bagos de uva

 
 


 

grapes 1 distorted compressed W340px watermarkedpartiste de mim, sem mais nada
em silêncio e pela noite calada.

retiraste-te, como quem retira
pelo final da breve tarde
uma pétala a uma flor
ou uma folha a uma árvore:
sem dor e sem alarde.
como quem rouba
do cacho ainda por amadurecer
o único bago de uva doce.

partiste como o sol se retira
antes de escurecer.
ou como parte a noite
sem grande afoite
ao chegar a madrugada:
uma explosão do nada
antes do deixar de ser.

partiste como sempre se parte,
e como se partir fosse apenas arte.

 

(2000)

 

© Nina Light CC-BY-NC-ND


 
 
 

Anúncios
%d bloggers like this: