desassossego

 
 


Vettriano,_Singing_Butler

não te posso mais dar as palavras que te escrevo
porque de mim roubaste finalmente o último véu –
levaste-o, sem me dares em troca o teu céu.

noites tão estranhas
malditas benditas

noites de nudez e de deleite
e de morrer devagarinho.

noites indolentes de carinho e dança
e do ausente momento de ousar:
noites que fizemos perfeitas
desfeitas
agora em ausência e neste calar,
nestas palavras que te não posso mais dar.

e de repente, já só palavras não chegam:
ousar é mar e amar, digo-te,
e sigo-te
o momento da mão com o olhar calado:
ousar é mar e amar
tal como amar é mar e ousar
é gesto de amar e desassossego.

 
© Nina Light CC-BY-NC-ND


image credit: “Vettriano, Singing Butler”. Licensed under Fair use via Wikipedia – http://en.wikipedia.org/wiki/File:Vettriano,_Singing_Butler.jpg#/media/File:Vettriano,_Singing_Butler.jpg
 
 
 

Advertisements
%d bloggers like this: